Cobertura 1° IESB Game Day – Parte I: O evento

outubro 3, 2008 at 12:00 am 6 comentários

por EdSom
E a cobertura de eventos do WarpZona continua a todo vapor!

Depois da cobertura do espetáculo e dos bastidores da Video Games Live – Brasília/2008, além da entrevista com o violista Thiago Fransciss, chegou a hora de mostrar como foi o 1° IESB Game Day, que aconteceu um dia antes da VGL, e que também foi acompanhado de perto pela nossa equipe.

A nossa cobertura será dividida em três etapas: o evento, as palestras e as entrevistas. O evento será mostrado num viés de reportagem, em tom impessoal, descrevendo o que aconteceu e o que deixou de acontecer. Já as palestras serão comentadas e analisadas em tom mais críticos, apontando os erros e acertos e resumindo os principais recados e lições que foram passados. Por fim, teremos entrevistas com personalidades que participaram do evento.

Abaixo, a primeira parte: o evento!

O evento

O 1° IESB Game Day, evento que aconteceu no dia 27/09/2008 no Auditório Campus Sul – Edson Machado – 913 sul – Brasília/DF, foi uma iniciativa dos professores da pós-graduação em jogos digitais da própria instituição e serviu para movimentar a comunidade brasiliense dos desenvolvedores de jogos e promover, divulgar e incentivar a Graduação em Desenvolvimento de Jogos do IESB, que neste momento está em análise no Ministério da Educação e que pode ser iniciada, se tudo correr conforme previsto, no início do próximo ano.

Bom público prestigiando o evento

Participaram do evento personalidades ilustres, como Walter Dias, da Microsoft, Emiliano de Castro, VP de Relações Institucionais da Abragames, e Guilherme, da Mother Gaia Studios, vencedor da Imagine Cup com o jogo City Rain, além de figuras emergentes no mercado, como os representantes da AdverBox, empresa candanga especializada em advergames. A comunidade respondeu de forma positiva ao convite, se considerarmos o estado atual da indústria de games no Distrito Federal: a estimativa é de cerca de 150 participantes, fora a equipe da organização.

As instalações

As instalações do IESB estavam impecáveis. Tudo muito limpo, organizado e ventilado, o auditório onde o evento aconteceu comportava pelo menos quatro vezes o número de participantes que compareceram. Para que as pessoas pudessem acompanhar a palestra dos pontos mais distantes, foram instalados monitores LCD que reproduziam o conteúdo do data show. Porém este recurso esteve presente apenas nas palestras da parte da manhã.

Auditório onde foi realizado o evento

Os banheiros também estavam asseados e bem aparelhados. Entretando ocorreu um evento desagradável, onde uma pessoa que não foi identificada “usou o banheiro de forma inapropriada”, sujando todo o chão, que levou a interdição do mesmo por um funcionário nada satisfeito…

Organização e pontualidade

A organização começou o evento com afinco: o credeciamento e a arrecadação eram feitos na hora, na entrada do auditório, de forma rápida; as palestras começavam e terminavam dentro do prazo previsto; havia microfone sem fio para a seção de perguntas após cada palestra.

Problemas técnicos com o notebook

Problemas técnicos com o notebook

Entretanto o período vespertino pecou justamente na organização. Houve problemas em algumas palestras, os monitores foram desligados, não havia mesmo, em alguns momentos, quem levasse o microfone para os participantes formularem suas perguntas ao final das palestras. O sorteio programado para o final foi antecipado e ficou faltando um término mais solene do evento.

Os lances

O evento começou com o credenciamento dos participantes, que consistia no preenchimento do formulário de inscrição, que foi utilizado para o sorteio que aconteceu no período vespertino. Logo em seguida o professor Alexandre Lobão, que leciona na pós-graduação de jogos do IESB, realizou as boas vindas do evento, preparando terreno para a primeira palestra do dia, um keynote da Microsoft com Walter Dias, focado no Imagine Cup e na plataforma de desenvolvimento XNA.

Emiliano de Castro em sua keynote

Emiliano de Castro em sua keynote

Em seguida houve uma pausa para o café e na sequência mais um keynote, desta vez com Emiliano de Casto, VP de Relações Institucionais da Abragames, falando sobre propaganda em jogos. Aproveitando o gancho Rafael Oliveira, com o apoio de Leandro Abreu, ambos da AdverBox, comentaram o case da sua empresa, pioneira no desenvolvimento de advergames em Brasília.

Ryunoken e Leandro, da AdverBox

Ryunoken e Leandro, da AdverBox

Após o almoço ouve uma pequena pausa para a equipe da Video Games Live divulgar o evento. Em seguida o professor Lobão retornou ao palco, agora para sua palestra sobre a plataforma XNA. A palestra de modelagem e animação com Maya, que seria dada a seguir por Yuri Alves, que trabalha com a TV Record, sofreu o primeiro contratempo do dia: o notebook do palestrante não consegui rodar o programa, de modo que foi antecipada a palestra seguinte enquanto a organização tentava superar a dificuldade.

Yuri Alves

Yuri Alves

Depois de mais uma pausa para café, o professor Franscisco Osório, coordenador da graduação em jogos do IESB, começou então sua palestra sobre advergames, contou sobre o contato que ele recebeu da USAID para o desenvolvimento de um serious game que impulsiou o curso e finalmente mostrou a prévia do programa de ensino do curso de graduação, que está no Ministério da Educação para análise e aprovação.

Professor Osório, coordenador da pós-graduação

Professor Osório, coordenador da pós-graduação

Em seguida Guilherme, representante da Mother Gaia Studios, auxiliou no sorteio e começou sua apresentação sobre o City Rain e a vitória internacional do jogo no evento Imagine Cup. Ele comentou as etapas de desenvolvimento do jogo, a formação da equipe, as idéias e conceitos que originaram o game e deixou dicas e lições para quem quer trilhar o caminho do desenvolvimento de jogos aqui no Brasil.

Ryunoken e Guilherme, da Mother Gaia Studios

Ryunoken e Guilherme, da Mother Gaia Studios

Finalizada a palestra, Yuri retornou com a palestra sobre animação, usando um software alternativo. Ele conduziu a palestra comentando sobre animação e modelagem enquanto desenvolvia uma modelagem ao vivo. Ele também mostrou trabalhos de seu portifólio e incentivou o trabalho duro e o estudo constante para aqueles que desejam se transformarem em modeladores.

Modelo tridimensional desenvolvido durante a palestra

Modelo tridimensional desenvolvido durante a palestra

A última palestra, e também a mais curta do evento, foi ministrada pelo Rômulo, da Sea Tecnologia, abordando o tema de desenvolvimento de jogos para celulares, além de apresentar o Dino Adventure, jogo desenvolvido pela empresa. Ele comentou as dificuldades de se trabalhar com as empresas de telefonia, as diferenças entre os celulares e a necessidade adaptações no código para contemplar diferentes plataformas.

Por fim, o evento se encerrou ao fim da mesma, com breves agradecimentos e despedidas de um representante da faculdade.

Os brindes

Como não poderia deixar de faltar, também tiveram brindes no evento. Os primeiros brindes distribuídos forma CDs da turnê da Video Games Live para os participantes mais velozes, pois eram feitas perguntas sobre games e o que chegasse primeiro com a resposta correta levava a lembrança.

Furgão da equipe de promoção da Video Games Livre

Furgão da equipe de promoção da Video Games Livre

Depois foram sorteados três jogos da Microsoft, doados pelo Walter Franco: duas cópias de Age of Empires III e uma de Viva Piñata. Nosso amigo e warper-chefe Ryunoken, com seu famoso poder mutante de ser contemplado em sorteios e promoções mostrou boa forma e faturou uma cópia de Age of Empires III.

A galera estava de olho no brinde do Ryunoken

A galera estava de olho no brinde do Ryunoken

Como motivação para a continuidade do evento, foi anunciado antes do almoço que os 150 primeiro a chegar no período da tarde ganhariam um brinde. Como o quorum estava mais ou menos neste nível todos levaram para a casa um kit promocional da faculdade: uma caneta, um bolsa para lápis e borracha e um cantil, além de propagandas da faculdade e seus cursos. Faltou o tradicional bloco de notas, e mesmo não sendo material diretamente ligado aos jogos, valeu pela intenção.

O kit distribuido para todos os participantes

O kit distribuido para todos os participantes

Humor: cafeteira e torneiras

Momento de descontração no evento: na primeira pausa para café, fui fotografar o ambiente para a nossa cobertura, enquanto todos iam para o café, onde haviam duas máquinas de café expresso e um congelador com inúmeros copos de água mineral (tudo gratuito). Baixada a poeira e tiradas as fotos, fui ao café antes da próxima palestra. Lá haviam alguns participantes do evento, todos intrigados com a complicada missão de tentar extrair café da máquina… (aqui faço o mea culpa: eu também não sabia como fazê-lo).

As dificeis máquinas de café expresso...

As "difíceis" máquinas de café expresso...

Depois do acontecido fui comentar isso com os amigos que lá estavam e um deles emendou: “Está achando isso engraçado? Você precisa então ver todo mundo saindo de mãos sujas do banheiro porque não sabem acionar a torneira com sensores…”. O nosso amigo Ryunoken ponderou: “Ainda bem que a porta já estava aberta quando chegamos…”.

As torneiras misteriosas...

As torneiras "misteriosas"...

E somos nós os futuros desenvolvedores de jogos do Brasil…

Conclusão

Mesmo com as deficiências de organização apresentadas principalmente no turno vespertino, o evento atendeu as expectativas e mostrou que há espaço em Brasília para eventos desse porte. O WarpZona parabeniza e deseja sucesso aos professores Alexandre Lobão e Franscisco Osório na empreitada de desbravar o mercado de desenvolvimento de jogos em Brasília e, num contexto maior, no Brasil.

Ryunoken à esquerda, Marmotagem à direita

WarpZona no evento: Ryunoken à esquerda, Marmotagem à direita

Que no ano que vem possamos ter o 2° IESB Game Day!

About these ads

Entry filed under: Eventos, Game e Cultura, Matéria. Tags: , .

A conferência da Nintendo e o DSi, novo modelo de DS. Primeiro vídeo de Mario & Luigi 3

6 Comentários Add your own

  • 1. Barry Burton  |  outubro 3, 2008 às 2:07 am

    Será que minha foto aparece?

    Resposta
  • 2. EdSom  |  outubro 3, 2008 às 12:13 pm

    Oi Barry, bem vindo à WarpZona?

    Quanto às fotos do staff, vamos ficar devendo a sua, a do maxi e a minha, pois estava “atrás das lentes” no evento heheh

    Mas isso vai se resolver em parte com as novidades que viram por aí.

    Resposta
  • 3. Krycov  |  outubro 3, 2008 às 8:22 pm

    O evento realmente foi interessante, fiquei tentado em engressar na graduação caso ela realmente seja aprovada pelo MEC e iniciada no inicio de 2009. Apesar do pouco apoio, nota-se que a bastante espaço para realizar o trabalho de desenvolvimento de jogos, mostrando-se um mercado bastante amplo. Em relação as palestras, infelizmente cheguei um pouco atrazado e não vi a 1ª da Microsoft, mas as palestras da ABRAGAMES e da Adverbox foram bastante interessates na parte da manhã. Agora no período da tarde, as palestras foram mas arrastadas, mesmo assim continuava a prender a atenção do publico, mas na minha opinão, a palestra sobre modelagem usando Maya e o ZBrush não atigiram as suas espectativas. esperava mais, não sei, mas o Palestrante, Sr Yuri não parecia tão intusiasmado e envolvido com o evento, deixando isso exposto a partir do momento em que ele mesmo informa que esqueceu o seu Notebook em SP e que teve que pegar um emprestado que não estava nas condições necessarias para executar os Softwares. tento em vista que está seria a mais interessante, achei um verdadeiro fíasco. Mas fora isso, foi bastante acrescentador o 1º GamesDay IESB

    Resposta
  • [...] da Video Games Live – Brasília/2008, além da entrevista com o violista Thiago Fransciss, e da primeira parte da cobertura do 1° IESB Game Day, vamos à segunda parte, analisando as palestras e as lições [...]

    Resposta
  • 5. Tottou  |  novembro 2, 2009 às 9:01 pm

    O evento foi show de bola, nem conhecia WZ na época :D
    Mas tô ali de jaqueta na primeira focto.
    (Não sei como não postei aqui antes, deu na telha postar hj D: )

    Resposta
  • 6. Adeus, Ryunoken. Adeus, Warpzona. «  |  novembro 15, 2011 às 4:35 pm

    [...] uma colega minha do japonês e o Ryunoken, dentre outras pessoas, desenhavam); no VGL; quase foi no 1º IESB Game Day; e também foi assim quando me increvi no processo seletivo do Warpzona e, durante os contatos que [...]

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


warpfeed

WarpStats

  • 516,755 hits

Warptwitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: