Top 5 – Personagens Principais Ousados

outubro 31, 2008 at 11:31 pm 12 comentários

Por Barry Burton

Geralmente é bem difícil um personagem principal de algum jogo se sobressair. O que costuma acontecer é caírem na mesmice e logo serem esquecidos, não deixando nenhuma marca em quem jogou. Para esses personagens sem-graça, cujo rosto poderia ser repetido em um game futurista, medieval ou de guerra que não faria a menor diferença, recomendo a leitura deste post da gamesradar.

No entanto, há aqueles caras que estão ali por um motivo especial. Eles têm um real propósito dentro do jogo, intrinscecamente ligado ao desenrolar da trama, muito além do jovem que quer provar seu valor ou do guerreiro em busca da vingança e da destruição do mal. Tanto que é difícil imaginarmos os jogos em que eles estão SEM eles. Além disso, contam com um visual único, uma característica que o define, a qual não se limita a uma cicatriz no rosto ou de trocentos bolsos, cintos e zípers.

São os personagens principais que ousaram. Os personagens com os quais os criadores realmente se importaram, dando a eles, por vezes, o papel de mudar o mundo de videogames como o conhecíamos.

.

.

5- Cecil Harvey

Como não começar com o homem que mudou para sempre a forma com a qual os RPGs eram vistos?

Cecil não era apenas mais um herói predestinado a salvar o mundo do mal. Aliás, muito pelo contrário. Ele começa como um Cavaleiro Negro, dizimando vilarejos e povoados inocentes, e sentindo uma imensa amargura por isso. Contrariando todos os princípios, ele se rebela contra seu Rei e parte em uma jornada para limpar sua alma. No entanto, ao tornar-se Paladino, sua missão estava apenas começando…

Cecil teve a incubência de tornar as histórias dos RPGs mais complexas, adotando temas como suicídio, amor, traição e perdão. E o melhor: sem ser piegas. Ele foi o grande passo que a Square precisava dar para amadurecer seus títulos posteriores, refinando cada vez mais sua habilidade de contar histórias.

No entanto, infelizmente, jamais houve outro personagem principal na franquia Final Fantasy que chegasse aos pés de Cecil em termos de grandiosidade.

(quem aí disse Cloud? Aquele chorão que nem sabia quem ele mesmo era? =P)

.

CECIL HAVE FURY!!

.

Confiram os outro quatro logo a seguir, depois do salto!

4- Samus Aran

A calada e fria Samus Aran não poderia ser escolha melhor para enfrentar as hordas de piratas espaciais e alienígenas assassinos.

Samus é uma sobrevivente humana criada pelos Chozo, uma espécie de homens-pássaro super inteligente que vivia no planeta Zebes. Para suportar o clima pouco favorável a uma mulher nesse planeta, Samus teve que treinar duro para ter um corpo forte. No entanto, toda a raça Chozo foi extinta por um ataque dos piratas espaciais, e Samus se viu forçada a se tornar uma caçadora de recompensas para sobreviver. Equipada de uma armadura projetada pelos Chozo com um design inconfundível, aparentemente pouco prática – e que só piora quando ela se transforma em uma bola – Samus enfrenta todo tipo de terror espacial, incluindo os temíveis Metroids, seres flutuantes que se alimentam da energia de outras criaturas.

A jovem caçadora de recompensas foi uma musa dos games muito antes de esse conceito sequer existir. Ter que zerar rapidamente o game, mesmo no NES, para vê-la seminua é quase uma lenda urbana. Poucos foram capazes de tal feito.

.

“Estou tendo um pesadelo ou estou mesmo sem calças no espaço?”

.

.

3- Lenneth

Sua voz imponente, firme e ao mesmo tempo dócil e feminina definem a personalidade desta Valquíria.

Afinal, essa característica dividida é exatamente o que ela é: antes uma garota inocente e indefesa, chamada Platina, maltratada pelos pais, e depois uma mulher que vive entre dois mundos, o dos deuses e o dos homens, recrutando almas de guerreiros valorosos que pereceram, a fim de treiná-los para o Ragnarok, a batalha final.

No entanto, o que faz Lenneth ser única é o fato de perceber aos poucos que, apesar de tanto poder e responsabilidade, não passa de uma marionete nas mãos dos deuses maiores. Mostrar que uma pessoa  forte e segura de si ainda assim pode estar sendo enganada é um dos grandes trunfos de Valkyrie Profile. Ainda mais porque o jogo lhe dá a liberdade de escolher continuar sendo enganada ou não.

E de boa… ela dá um banho de personalidade em cima de sua irmã Silmeria.

.

“Ahh… o suave aroma de… oh, não! Weeping Lilies! Arrrghh!!”

.

.

2- Sonic the Hedgehog

Falar em personagens ousados e não citar o Sonic seria um pecado.

Acho que se dissessem para qualquer um que deveria ser criado um personagem que não fosse apenas único, diferente e inovador, mas que também fosse carismático, fizesse parte de um jogo excelente, ajudasse a alavancar as vendas do Mega Drive em uma época na qual o Super Nintendo reinava, levando o potencial do console ao limite e AINDA POR CIMA fizesse frente ao Mario, esse qualquer um teria rido. E muito.

No entanto, Sonic conseguiu fazer tudo isso. Com apenas UM jogo! Talvez o veloz ouriço azul tenha alcançado uma popularidade tão grande ou até maior do que a de Mario, que já existia há mais de uma década e revolucionado o mundo dos games algumas vezes. Prova disso é que mesmo hoje, com seus jogos… digamos, dúbios, nojentos, incertos e conceitualmente desprovidos de inteligência, Sonic continua com sua popularidade em alta.

Fato é que é relativamente fácil achar alguém que não goste de Mario, mas é bem mais difícil se encontrar alguém que não goste do Sonic. Talvez pelo fato de ser exatamente o oposto de Mario: um animal de atitude, dinâmico, impaciente, cheio de energia e com um objetivo muito claro em mente. Sonic não pensa e não erra o caminho, não entra em castelos no qual a princesa não está. Tem que salvar seus amigos, dar um pé na bunda do Dr. Robotnik e pronto! Ao menos quando seus jogos eram bons…

.

“Dr. Eggman” o escambau!

.

.

1- James Sunderland

Por fim, temos talvez o mais humano de todos os personagens de videogame já criados.

Pensando por um lado, é estranho o considerarmos especial exatamente por ser “humano”. Porém, é isso que faz James Sunderland ser tão diferente: ele não tem super-poderes, não é ágil, nem forte, nem bonito. Não é predestinado a nada. Não tem um objetivo em mente. Não quer mudar nem salvar o mundo. Ele não consegue nem correr por 200 metros sem ficar ofegante! Ele é apenas… atormentado.

No entanto, isso faz de James um personagem crível. Ele é tão sujeito a fraquezas, decepções e incertezas como eu ou você. E durante todo o decorrer de sua jornada por Silent Hill, mais e mais você vê como ele se afunda em dúvidas e inseguranças; sobre si mesmo, sobre o mundo que o rodeia e sobre as pessoas que ama. Quem realmente sou eu? Por que estou aqui? O jogo em si não se aprofunda nessas questões, mas toda a evolução da história faz você se questionar, sem perceber.

Pela história da série, James não tem um passado concreto – não tem profissão, amigos, idade, casa ou cidade natal mencionada. Esse fato, no entanto, serve para nos conectar a ele. Nós criamos sua história pela sua personalidade e atos. A única coisa que sabemos sobre ele é que amava sua esposa doente que faleceu há três anos, mas, contrariando a lógica, envia-lhe uma carta dizendo que o esperava em Silent Hill, no ponto preferido de seus passeios.

A série Silent Hill conta sua história sob um ponto de vista muito particular do protagonista, e talvez a versão estrelada por James tenha sido a que mais conseguiu realizar tal proposta. Tudo o que acontece com o personagem não passa de um reflexo de sua própria mente. Os labirintos da cidade e os monstros com suas atrocidades, deformações e desejos são reflexos de suas emoções e vontades. E quem já chegou até o fim sabe o quão surpreendente é a cabeça de James – de forma assustadora percebemos o quanto estávamos ligados a seu passado, a ponto de questionarmos se nós mesmos não fazemos coisas semelhantes (não contarei o que é para evitar spoilers).

James Sunderland é, para mim, o ápice de um homem dentro de uma história de videogame. Jamais chegaram a criar outro personagem tão marcante e tão próximo de nós.

.

Quem diria que a primeira imagem revelada do jogo, um homem abatido olhando desacreditado para seu próprio reflexo em um espelho sujo, revelaria tanto sobre a trama e seu personagem?

.

.

X- Correndo por fora

Amaterasu – a deusa em forma de lobo inovou pelo simples fato de ser uma loba! Claro que o fato de ser feita com um cel-shading maravilhoso imitando pintura oriental e de ser uma deusa com um pincel mágico também conta muito, mas ela não entrou por um simples motivo (podem me tacar pedras): nunca joguei Okami! Não sei como descrevâ-la…

.

.

Jacques Blanc - como assim “por quê”? É o Jean Reno, PÔ!

About these ads

Entry filed under: Characters, Top "N". Tags: , , , , .

O maior erro do Mario… Primeira Impressão: Mirror Edge’s (DEMO)

12 Comentários Add your own

  • 1. Philip  |  novembro 1, 2008 às 2:41 am

    Talvez poderia ter sido citada a Ulala, do Space Channel 5. Além de ser uma simples repórter que foi se meter a besta de querer salvar a galáxia, ainda faz tudo isso sem parar de dançar em um estilo próprio, arrastando uma legião de seguidores como velhinhas, cheerleaders, turistas japoneses, crianças do ginásio e o próprio Michael Jackson! E olha que ela não faz isso por ser a “escolhida” ou por “vingança” ou por birra. Faz isso porque acha errado os alienígenas malvados obrigarem o pessoal a dançar do jeito deles!

    Resposta
  • 2. Kaka  |  novembro 1, 2008 às 3:22 am

    Bastante interessante o Top 5. Concordo com todos os que entraram (excetuando, talvez, o Suderland, uma vez que não jogo Silent Hill – o medo não deixa – e, por isso, não vou dar pitaco), mas discordo de alguns comentários, principalmente sobre os personagens dos Final Fantasies posteriores ao IV. Como fã do FF VI, defendo que os personagens desse jogo em nada deixam a dever ao Cecil. Mas opinião é opinião. :~
    Senti falta de algum personagem de Earthbound/ Mother na sua lista. :P

    Resposta
  • 3. Luna Ishtar  |  novembro 1, 2008 às 12:53 pm

    Interessanto seu top 5, gostei de todos e admito que não esperava que o James fosse o primeiro. E realmente como a Kaka falou, acho que a Terra, apesar de não ser ousada, é uma personagem tão forte, mas tão forte, junto com o Kefka que esse sim é ousado que eu acho que FFVI mereçe pelo menos uma medalhinha de honra ao mérito. E jesuis tenho que jogar earthbound =S

    Resposta
  • 4. Ryunoken  |  novembro 1, 2008 às 1:09 pm

    Eu colocaria o Wanda também. Carregar a mulherzinha por quilômetros, derrotar 16 gigantes de pedra do tamanho de edifícios na unha indo contra todos e não levando em conta todo o problema envolvido, tudo que estava arriscando nem os avisos recebidos.

    Resposta
  • 5. Rafael "Barry" Ventura  |  novembro 1, 2008 às 2:42 pm

    Olá, pessoal! Obrigado por terem gostado! =D

    Eu posso dizer que todos esses personagens que vocês citaram uma hora ou outra passaram pela minha cabeça. No entanto, eu limitei o Top para 5 exatamente para escolher só aqueles best of the best. Posso até dizer porque esses não entraram na lista:

    Ulala – ela foi a que chegou mais perto de entrar, no lugar da Samus. No entanto, infelizmente, como a Amaterasu, eu não joguei Space Channel 5 o suficiente. Inclusive o pessoal de Elite Beat Agents quase entrou também. Quem sabe num próximo?

    Povo de FFVI – foi por um motivo bem simples: não há um personagem principal no jogo! A trama é dividida entre vários, e um dos “pré-requisitos” era de que o personagem fosse o foco da história.

    Mother – eu acho os moleques da série carismáticos, mas falta a eles um “quê” de personalidade…

    Wanda (esse é o nome dele, mesmo? Pra mim era um engrish para “wanderer”…) – Mesmo motivo de Mother. Ele está lá fazendo parte do mundo, mas não o influencia muito… acho que o Snake se enquadra nisso também.

    Resposta
  • 6. Ryunoken  |  novembro 1, 2008 às 4:13 pm

    Huahahhau, coitado do Snake. Ele não influencia o mundo (de jogo) por que ele ta sempre lá, stealthzinho… Mas se não fosse o velhinho o mundo (de jogo, mas geográfico) teria um rumo totalmente diferente!

    Resposta
  • 7. Rafael "Barry" Ventura  |  novembro 2, 2008 às 12:40 pm

    O que eu quis dizer é que ele é uma espécie de “faxineira do mundo”, limpando a m* que os outros fazem… mais do que tomar decisões de vida por si só.

    Resposta
  • 8. Philip  |  novembro 3, 2008 às 1:17 pm

    Do Earthbound, que nunca joguei, pelo que sei o Lucas é um moleque sofrido, foi praticamente espancado e estuprado logo nos primeiros anos de vida, e mesmo assim tem a coragem e a força de arrebentar todo mundo no Smash Bros!!!!! O moleque é foda.. e tudo com uma cara nula, de criancinha inocente, sem pose nem muito menos dando uma de bonzão.

    Resposta
  • 9. Philip  |  novembro 3, 2008 às 1:18 pm

    E sobre o Snake, eu concordo. Por mais que os jogos sejam excelentes, o Snake é mais pau-mandado que a maioria dos personagens de games… :(

    Resposta
  • 10. Uehara  |  novembro 3, 2008 às 7:04 pm

    Muito legal a lista. Tem muito personagem legal no mundo dos games, mas a grande maioria é tudo estereótipo ou sem personalidade mesmo. Incluindo aí grandes ícones, como Mario e Link.

    Eu ia citar Travis Touchdown, mas o pessoal do Games Radar já fez esse favor por mim. =)

    E, apesar dos últimos jogos do Sonic ficarem devendo, o próprio Sonic é um dos personagens mais legais já criados. É só ver em Brawl, onde o ouriço finalmente está presente em um jogo decente e se destaca dos demais. É simplesmente muito legal ouvir o “Too easy! Piece of cake!” depois de vencer uma partida com ele.

    Resposta
  • 11. F.O.E!  |  abril 12, 2009 às 2:19 pm

    Acho que Kefka deveria receber menção honrosa… Afinal ele é um dois raros vilões que REALMENTE conseguiram atingir seus objetivos… Conquistar o mundo. Não seria exagero dizer que Kefka e Coringa (versão Cavaleiro das Trevas) se parecem tanto.

    Resposta
  • 12. Rafael "Barry" Ventura  |  abril 12, 2009 às 3:01 pm

    Quando eu fizer um Top 5 Vilões, tenha certeza de que ele estará lá! XD

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


warpfeed

WarpStats

  • 518,187 hits

Warptwitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: