Mundo Cosgamer: YCC 2009 Brasil

julho 22, 2009 at 10:20 pm 1 comentário

Por Barry Burton

Com autorização de nossa redatora oficial da seção Mundo Cosgamer, escrevo esta matéria sobre a final brasileira YCC (Yamato Cosplay Cup), uma competição de cosplay internacional que envolve países da America Latina.

A final ocorreu nos dias 16 e 17 de julho na Anime Friends de São Paulo, evento esse que há alguns anos já não e lá grandes coisas – paga-se caro para se gastar ainda mais dinheiro lá dentro e para se deparar com várias salas vazias e entediantes, sem contar os preços exorbitantes das comidas – R$ 6,50 por um cachorro quente sem molho e um refri? Como eu estava de staff pessoal de nossa redatora (sendo tratado como lixo pela organização da Yamato, mal mal comendo e ganhando apenas um ingresso VIP, sem transporte nem alojamento), pude acompanhar de perto todo o processo e compartilho com vocês algumas das melhores apresentações de cosplay – afinal, é isso que interessa, não é mesmo?

Uma das grandes graças desta competição em relação às outras é que ela não é presa apenas a animes e games japoneses, e abre as portas para praticamente qualquer coisa que der na telha de seus participantes – incluindo o Bozo e o Gênio de Aladdin! As apresentações aconteceram em dois dias e eram separadas pelas categorias Tradicional, na qual os cosplayers deviam ser fiéis à origem, e Livre, na qual poderiam fazer o que quisessem (mas quase todos acharam que seria engraçado pegar uma musiquinha randômica e dançar).

Já uma coisa que achei triste por parte dos participantes foi o fato de muitos terem usado o áudio original das séries/filmes de origem. Em minha opinião, o fato de cosplay ser uma brincadeira tão artesanal acaba pedindo que até o áudio seja feito pelos cosplayers, sendo meio sem-graça utilizar um trabalho já pronto de outro profissional que poderia facilmente ser refeito – algo meio impossível de se conseguir com a trilha sonora, por exemplo.

Como não poderia deixar de ser, vários cosplayers escolheram games para se apresentar na final. Compartilho com vocês então um BEST OF cosplayers de games, e mais alguns selecionados dentre os 27 participantes por terem se destacado com outros temas – após o pulo, para quem quiser ver. Divirtam-se!

AVISO: todos os vídeos pertencem ao site cosplayers.net

Primeiramente temos Maurício “PSY” Somenzari, fazendo uma apresentação spoiler de Seymour, de Final Fantasy X. Infelizmente, “sumiram” com o áudio de sua apresentação na categoria Livre e ele teve de improvisar com sua famosa personagem do YouTube, Malibu Stacy. Literalmente, fez uma apresentação pouco se lixando para as regras da competição e fez uma das mais (se não A mais) hilárias apresentações. Tanto que ganhou a maior nota da competição, 9,5 em 10, mas as penalidades o tiraram do pódio. Paz e luz!

Daniel Felipe Sampaio foi de Zero, da serie Mega Man X, e conseguiu, no palco, se transformar no da série Mega Man Zero em uma apresentação cheia de efeitos especiais. Pena que os staff do evento posicionaram errado os inimigos no final da apresentação, o que acabou deixando o cosplayer e sua staff pessoal (sua mãe) um pouco confusos. Ah, e ele tentando falar em sua apresentação Livre e impagável!

Uma Mizuki de Samurai Shodown com impressionante presença de palco foi representada por Lukas Soares. E, em minha opinião, sua Livre prende muito mais a atenção do que a Tradicional.

Pyramid Head, em sua versão movie, representado por Igor Muller, enfrentou problemas para entrar no palco de piso irregular com sua plataforma de mais de 35cm e teve que ficar la no fundão, mas fez bonito ao representar o personagem… e ao “conversar” com Sílvio Santos.

Por fim, ninguém menos que nossa própria redatora, Gabriela Birchal, ou Luna Ishtar, de Malon, cantando de sua própria voz e letra uma versão da música de Epona, de Zelda Ocarina of Time. Na verdade, ela fez tanto sucesso que acabou se tornando um hit do evento, e pra todo lugar que se ia nos dias seguintes alguém estava assoviando, cantando ou tocando na gaita tal tema.

Infelizmente, por tentar competir com o áudio da própria música a qual o responsável pelo áudio deixou em um volume mais alto do que o do microfone, e também por puro nervosismo, ela acabou cantando em algumas oitavas mais altas do que nos ensaios, o que a fez dar “belas” desafinadas… Confiram:

Lembrem-se, após o pulo temos nosso “editor’s pick” com as melhores apresentações aleatórias!

Dentre as apresentações não relacionadas a games, há algumas que gostaria de destacar.

Pra começar, gostaria de parabenizar Filipe Dantas por uma das melhores interpretações do evento, com Charles Chaplin! Para terem uma ideia, ele ficou no mesmo lugar o tempo todo e ainda assim passou uma energia e uma emoção dignas de nota, com o texto original de Carlitos, um dos maiores gênios da humanidade. Só queria que Buster Keaton, comediante conteporâneo a Chaplin, tivesse o reconhecimento que merece, também. Sua Livre presta homenagem a várias apresentações famosas do WCS (World Cosplay Summit).

Outra excelente interpretação foi a de Marcos Vinícius, como o Gênio de Aladdin. Seu diálogo e canção foram ao vivo e sua apresentação Livre foi improvisada no dia, como em uma Stand-up Comedy. Um ator sensacional!

E também entrando no rol de interpretações ótimas, temos o grande vencedor do evento, Gerson Freitas, que fez o Máskara – infelizmente, no entanto, usando o áudio original do filme, o que foi uma pena e me fez ficar imaginando o motivo… afinal, em sua Livre ele usou sua própria voz e ficou excelente!

Mais uma apresentação muito bem planejada foi a da versão de Tim Burton do Penguin, eterno inimigo do Batman, feita por Ernani Júnior. Sua maquiagem estava tão boa que, nas fotos, parece que tiraram screenshots dos frames do filme! Em sua Livre se atrapalhou um pouco, mas a ideia é ótima.

Felipe Barroso fez uma apresentação impecável de Bozo, reproduzindo com perfeição o clima, as expressões e as nuances do programa da década de 80. Ele disse ter passado 8 horas em um estúdio só gravando o áudio de 3 minutos da apresentação! E se sua Tradicional já e hilária com o moleque burro, sua Livre com Donizete é engracadíssima! Em minha opinião, foi o melhor conjunto de obra (cosplay + apresentações) do evento.

E, por último, aproveitando que finalmente Watchmen está sendo divulgado para o grande público pagão desconhecedor das obras de Alan Moore, Ícaro Renan Dourado fez um Roschach excepcional, inclusive resolvendo o efeito da máscara que vai sofrendo metamorfoses durante a apresentação! Sua Livre foi extremamente prejudicada pelo responsável por passar o vídeo, essencial para as piadas, fazendo-o ter que repetir a apresentação e ainda assim com erros sendo cometidos pela equipe técnica novamente. Uma pena, mesmo, pois era uma das mais bem boladas.

AVISO: todos os vídeos pertencem ao site cosplayers.net. As opiniões do Warpzona em nada refletem às do site de origem.

About these ads

Entry filed under: Mundo Cosgamer, Vídeo e Game. Tags: , , , , , .

Resultado da Gincana Viral de Aniversário! Campeonato de Street Fighter 4 em Belo Horizonte

1 comentário Add your own

  • 1. Helena  |  julho 29, 2009 às 2:26 pm

    Você se esqueceu de mencionar o melhor cosplay e apresentação de personagem de games que foi a da carioca Thaís Yuki com seu belíssimo cosplay de Midna de Zelda Twilight Princess.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


warpfeed

WarpStats

  • 518,046 hits

Warptwitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: