3D Dot Game Heroes em vídeo

setembro 14, 2009 at 9:50 pm 9 comentários

Por Barry Burton

O blog joystiq tem feito alarde com 3D Dot Game Heroes, e não sem razão. Afinal, é um verdadeiro jogo retrô da nova geração: totalmente caracterizado por pixels e sprites da era 8-bit – ou ao menos pegando emprestado o estilo – e construindo algo único para o PS3.

Sim, você leu certo: PS3. A From Software, a mesma responsável pelos esquisitíssimos jogos para PSP Yuusha no Kuse (que no ocidente teve o terrível nome de Holy Invasion of Privacy, Badman! What did We do to Deserve This?), no qual você é um lorde das trevas que deve construir a dungeon perfeita para conter os heróis vingativos, e Yuusha 30, no qual você é um herói que deve salvar o mundo em apenas 30 segundos – algo como um Dragon Quest inteiro dentro de minigames de Wario Ware. Provavelmente falarei mais sobre eles em breve.

Em 3D Dot Game Heroes, a história não poderia ser menos estranha: após finalmente alcançar uma era de paz, um rei ordena que o mundo fique em 3D. No entanto, isso libertou coisas horríveis, péssimas mesmo. Daquelas que ninguém gosta nem de falar, mas você, o herói, terá de enfrentar.

Reparem nas inúmeras referências que o jogo faz a games da era NES, principalmente a Zelda e Dragon Quest, no vídeo abaixo. O minerador que aparece a certa altura, inclusive, lembra bastante certo encanador.

Confira a notícia original aqui.

Agradeço novamente ao leitor Philip por me mostrar mais esta pérola =D

Anúncios

Entry filed under: Mondo Retro, RPG, Vídeo e Game. Tags: , , , .

Novos personagens de Tatsunoko vs Capcom: Zero e… Frank West?! Estranha coincidência

9 Comentários Add your own

  • 1. Philip  |  setembro 14, 2009 às 9:58 pm

    O minerador é minerador mesmo, é o personagem do Spelunker. Mas o resto é cópia descarada de Zelda. Ainda bem, já que a Nintendo nunca faria Zelda pra PlayStation. Quer dizer, bom, a Sega “nunca faria” Sonic pra um console da Nintendo há 15 anos atrás…
    Fiquei a fim de jogar esse 3D Heroes MAS, não sei por quê, nem tanto. O ambiente e os gráficos, apesar de estilizados, me pareceram meio sem estilo próprio, meio forçados demais pro 3D. Talvez seja a câmera, se fosse mais “travada” como em MGS1 seria mais a ver com a pixelagem geral.

    Responder
  • 2. Luna Ishtar  |  setembro 14, 2009 às 10:11 pm

    Vei… Zelda… Eu preciso jogar isso e Yuusha 30!

    Responder
  • 3. Amaral  |  setembro 14, 2009 às 11:25 pm

    Concordei com o Philip, mas fiquei um pouquinho mais empolgado, haeuehuehu!
    Mas, de fato, é cópia descaradamente cara-de-pau de Zelda e Dragon Quest!

    Responder
  • 4. Daniel Trezub  |  setembro 15, 2009 às 12:29 am

    Curti o estilo da animação. E cópia de Zelda? Só se for no quesito herói-que-anda-por-mundo-de-fantasia-com-espada (que, aliás, tem milhões por aí e Zelda não foi o primeiro), porque a história não tem nada a ver, certo?

    Responder
  • 5. glauber  |  setembro 15, 2009 às 2:05 am

    Alguém acha isso… BONITO? Sério, dentro de um certo contexto, é estiloso. Mas é um contexto ultra-exagerado. E até então, a From tem oferecido gráficos retrô mas premissas muito mais interessantes, divertidas, criativas.

    Isso aí não parece nada mais que um Zelda mesmo, com uma idéia visual absurda (no lado negativo, IMO).

    Responder
  • 6. Rafael "Barry" Ventura  |  setembro 15, 2009 às 9:53 am

    Do mapa até os Tektites, das pedras rolantes até o puzzle de bumerangue, a cortar matinhos e levantar o item do baú, e por fim enfrentar um dragão verde e passear na costa leste com rochas à oeste, realmente é uma cópia descarada de Zelda.

    Não sei se a intenção era parecer bonito ou não – jogos 8-bit não são bonitos. Mas concordo quando diz que a From já apresentou soluções mais interessantes para o “estilo”.

    Vejo muito mais isso tudo como algo positivo do que negativo, novamente desenvolvedores com paixão ao antigo, como a Inti em Mega Man 9, mais do que alguém simplesmente querendo copiar fórmulas de sucesso como Heavenly Sword fez com God of War.

    Queria jogar só de curiosidade. Quem sabe não é bom?

    Responder
  • 7. maxi2099  |  setembro 15, 2009 às 1:31 pm

    Eu também achei feio, mas a movimentação está legal.

    Responder
  • 8. lgjOni  |  setembro 15, 2009 às 10:55 pm

    Pareceu bem interessante, confesso que fiquei bem curioso pelo jogo, o estilo dele é, bem, diferente… Do padrão atual… É um visual ‘retrô’!
    Mas é inconfundível, ao ver ele a primeira vez dá a impressão de estar vendo um Zelda ‘8 bits’ relançado, não que isso seja ruim ou ofensivo, afinal, como dizem por aí, ‘a cópia é uma das formas mais lisonjeiras de elogio!’ (não exatamente nessas palavras!)
    Vou ficar de olho! O.O

    Responder
  • 9. Mari Amaro  |  setembro 18, 2009 às 9:09 am

    Zelda misturado com FF IV, descaradamente. Ah, e em HD.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


warpfeed

WarpStats

  • 561,112 hits

Warptwitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: