Posts filed under ‘Level Up!’

Level Up! Starcraft 2: considerações de um pro-player

por Redação

Todos felizes com a Blizzard anunciando sua vinda ao Brasil, com Starcraft II custando apenas 50 reais pelos primeiros seis meses de uso? Bem, nem todos.

Victor Souto, diretor da Hangar Network, o principal portal brasileiro de jogos da Blizzard e pro-player de Starcraft, compartilha conosco algumas opiniões contundentes, pra variar, colocando a Activision em maus lençóis… Acompanhem em nosso Level Up!

por Victor Souto

A Blizzard e a expectativa de Starcraft 2

Existe um grande conflito de ideias e interesses em torno do lançamento de Starcraft 2. Caso você seja um daqueles jogadores amadores que só joga ocasionalmente com os amigos (o que seria cerca de 60% do total de jogadores), provavelmente não notará os enormes problemas que já surgem em torno deste grande projeto da Blizzard. Eu sou Victor Souto, diretor da Hangar Network – principal portal brasileiro de jogos da Blizzard – e vou discorrer um pouco sobre o tema com vocês.

Vamos voltar um pouco no tempo. Todos conhecem os grandes lançamentos que realmente fizeram o nome da produtora de games chegar ao topo do mundo, mesmo que não tenha jogado: Rock n’ Roll Racing, Warcraft 1, 2 e 3 e sua expansão Frozen Throne (lembrando, claro, do DOTA, que é um mapa de FT), Diablo 1 e 2 (e suas expansões), e Starcraft, com a expansão Broodwar. Todos esses sucessos foram criados pela Blizzard, mas produzidos e distribuídos pela Vivendi Universal Games, empresa com a qual pessoalmente fiz várias ótimas parcerias e conseguimos aumentar bastante as premiações dos campeonatos que fazíamos para os jogos Blizzard, fortalecendo bastante a comunidade competitiva brasileira.

Voltando mais um pouco ainda, em 1995, quando a Blizzard ainda só tinha lançado Rock n’ Roll Racing e Warcraft 1, foi feita uma reunião oferecendo a empresa à Activision por U$ 7 milhões, que foram recusados com o argumento que nem mesmo Warcraft valia isso tudo. Isso para que então a Blizzard, no início de 2008 – quando a Vivendi foi dissolvida – fosse comprada pela mesma interessada Activision por “meros” U$ 18 bilhões.

Percebe-se então a visão comercial da Activision, que desde então vem mudando bastante coisa na Blizzard. O suporte está todo automatizado, é praticamente impossível negociar parcerias, e onde aparece uma mínima gotinha preta, logo estão eles com escavadeiras procurando um mar de petróleo.

Continuem lendo após o pulo!

(mais…)

julho 17, 2010 at 4:28 pm 6 comentários

Level Up’s Atrasados = Distribuição farta!

por Ryunoken

Level Up! é a seção do WarpZona onde temos a colaboração de nossos leitores, que passam a redatores. Qualquer leitor pode participar dessa seção: basta enviar um texto através dos comentários ou diretamente para warpzona@gmail.com.

E, quem participa dessa sessão, acaba adquirindo uma WarpConquista! É o caso de nossos amigos abaixo, que participaram diretamente e agora serão lembrados eternamente na nossa página de conquistas, além de terem adquirido alguns níveis aqui no Warpzona!

fevereiro 5, 2010 at 11:59 pm Deixe um comentário

Level Up! Gamer pobre + Console travado = Jogos melhor aproveitados

Level Up! é a seção do WarpZona onde temos a colaboração de nossos leitores, que passam a redatores. Hoje,  Wagner Eamnuel está de volta com uma equação que deve ser  bem comum a todos os gamers menos abonados… Lembrando que qualquer leitor pode participar dessa seção: basta enviar um texto através dos comentários ou diretamente para warpzona@gmail.com

Por Wagner Emanuel

A equação do título apareceu na minha cabeça algum tempo atrás, quando vi que tinha passado mais de 60 horas jogando o mesmo jogo (Blue Dragon), coisa que ainda não havia acontecido, senão nos tempos de SNES quando tínhamos muito tempo disponível, mas acabou me escapando (o assunto) da memória. Esses dias, vi que estava com mais de 30 horas no modo multiplayer do CoD4: Modern Warfare (o 1º mesmo… aliás quem quiser dar uns headshots é só me adicionar na live (WagninhoEmanuel), afinal, apesar de estar no nível 48/55 continuo sendo um noob).

Mas como cheguei nessa equação? Primeiro, no Brasil, queiramos nós ou não, a pirataria rola solta. Segundo, há um número muito grande de gamers que não tem condições de ter um Xbox 360 ou um PS3, e mesmo entre aqueles que têm condições alguns ainda preferem usar destravados. Dentre esses que não tem condições, a saída acaba sendo adquirir um PS2 destravado, que como todos sabemos é a coisa mais fácil de achar. Não estou fazendo apologia, incentivando ou justificando a pirataria, apenas apresentando o que acontece na realidade.

Até um tempo atrás eu era um desses jogadores com um PS2 destravado. Felizmente, não passei muito tempo com ele. Acho que apenas 6 meses. Nesse intervalo cheguei a ter 30 jogos. Se olharmos direito não são tantos jogos assim, mas se considerarmos que eu trabalhava, fazia faculdade, participava de alguns grupos que tomavam um tempo considerável do meu tempo livre, veremos que quase não sobrava tempo para jogar, e isso se refletia no quanto eu aproveitava os jogos.

Tem mais depois do salto:

(mais…)

fevereiro 5, 2010 at 7:22 pm 7 comentários

Level up! Como foi 2009 para você? EXTRA

Por Barry Burton

Para nossa surpresa, alguns leitores resolveram botar a mão na massa e não apenas comentar como foi 2009 para eles, mas escrever textos tão detalhados quanto os nossos próprios!

Glauber Un7 e Artemis enviam suas próprias escolhas de melhor e pior de 2009, e continuamos com o convite a vocês para participarem  com suas próprias opiniões sobre esse ano que passou, deixando várias boas lembranças. Após o pulo.

Caso tenha perdido as opiniões de nossos redatores, aqui vão os links:

Parte 1: Ryunoken e Maxi

Parte 2: Barry e kaka

Parte 3: Luna e Toejam

(mais…)

fevereiro 1, 2010 at 4:02 am 2 comentários

Level Up! Activision? Bleh!

Level Up! é a seção do WarpZona onde temos a colaboração de nossos leitores, que passam a redatores. Hoje, é a vez de Wagner Eamnuel ficar indignado com a Activision e seu  Modern Warfare 2. Leia, e veja que você também ficaria. Lembrando que qualquer leitor pode participar dessa seção: basta enviar um texto através dos comentários ou diretamente para warpzona@gmail.com

por Wagner Emanuel

Que Modern Warfare 2 é um jogão, todo mundo sabe. Que todos os reviews estão dando ótimas notas, não é mais novidade pra ninguém. Que as vendas estão quebrando recordes e enchendo os cofres da Activision e Infinity ward, todos os sites já falaram. Que apesar disso elas sacanearam os jogadores de PC com o aumento do preço da versão normal, por não ter versões de colecionador iguais as do console, limitar o multiplayer e retirar os servidores dedicados, também é notícia velha. Mas apesar de ficar chateado por conta dos meus amigos que utilizam PC, não tinha me sentido lesado/sacaneado pela empresa e mantive meu hype e respeito inabalados, enquanto esperava chegar a cópia do blockbuster para Xbox 360. Mas aí ela resolveu sacanear com todo mundo, e isso eu não li em lugar nenhum.

E eis que finalmente chega o tão esperado pacote. Junto com Modern Warfare 2 e Borderlands. Vou abrindo as caixinhas, começando pelo menos esperado, Borderlands:

 

Linda. Colorida. Completa. 20 páginas. E ainda tem a arte do jogo na parte de dentro da caixa. Perfeito.

Por último o mais esperado. Modern Warfare 2. E a decepção.

 

É isso mesmo que você está vendo. O manual está em preto e branco, e tem míseras 6 páginas. 6 PÁGINAS. Fiquei tão decepcionado que ainda não tive coragem de rodar o jogo. Ta encostado há mais de uma semana. Um crime, eu sei. Uma heresia, diriam alguns.

Agora eu me pergunto: o que faz uma empresa do porte da Activision sair com um material vagabundo desses? Medo de prejuízo não foi, já que as pré-vendas deixaram bem claro que o jogo seria um sucesso. Eu, definitamente, não entendo.

Mas, e vocês? Observam e analisam a qualidade do material completo ou apenas a qualidade do jogo?

Enquanto vocês discutem, vou tentar fazer alguns gols no Fifa 10, que acabou de chegar, para ver se a raiva passa…

novembro 30, 2009 at 12:20 am 9 comentários

Level Up! O macaco caiu do galho

Level Up! é a seção do WarpZona onde temos a colaboração de nossos leitores, que passam a redatores. Dessa vez, o amigo João Carioca (não sei se é primo do Zé…), do Baú do Videogame relembra da história de sucesso do gorilão da Nintendo, ao mesmo tempo que pergunta o que a empresa reserva para o personagem. Lembrando que qualquer leitor pode participar dessa seção: basta enviar um texto através dos comentários ou diretamente para warpzona@gmail.com

O macaco caiu do galho

por João Carioca

Embora tenha estreado no mesmo jogo que Mario, Donkey Kong é mais velho que o encanador. O título no qual apareceu pela primeira vez leva o seu nome e o heróis que tentava resgatar Pauline nem mesmo tinha o nome do principal mascote da Nintendo. Mesmo em segundo plano, o macacão chegou aos consoles, mesmo que só na geração 16 bits, mas começou fazendo barulho. Donkey Kong Country é considerado um dos melhores e mais bonitos jogos de plataforma do Super NES e abriu as portas para a carreira bem sucedida do gorila – só até o Gamecube.

Apesar de as continuações do título do Super NES – Donkey Kong Country 2 e Donkey Kong Country 3 – não terem DK como um personagem jogável, estão entre os melhores da bibilioteca do macacão. O melhor deles, entretanto, viria na passagem para as três dimensões. Donkey Kong 64 era tão bem feito, completo e divertido que gerou especulações sobre tomar o posto de The Legend of Zelda: Ocarina of Time como o melhor título para o console. Se não o fez, ficou muito próximo disso e marcou com louvor a entrada do gorila na nova geração. Mas DK64 também ficou marcado como o fim da participação da excelente Rare – produtora de Conker’s Bad Fur Day, Perfect Dark e Banjo Kazooie/Banjo Tooie – no desenvolvimento de seus jogos. (mais…)

novembro 28, 2009 at 11:36 am 1 comentário

It’s Over 100.000!!!

da Redação

Hoje é uma data muito importante para o Warpzona! Com pouco mais de um ano, eis que o blog chega a 100.000 hits points for massive damage ! É um número impressionante para um período de tempo tão curto, e merece ser comemorado. como somos (todos) tarados por números, seguem alguuns dados interessantes:

Foram 513 post, ou seja, uma média de 194 visitas por post.

Foram 1928 comentários, quase 2 thooousaaaand!

Nosso recorde de acesso em um único dia foi: 711, em 11/03/2009. Rumo aos 1 Thooousand!

Hits em 2008: 33.090

Hits em 2009 (até os 100.000): 66.910

Média de hits mensais em 2008: 115

Média de hits mensais em 2009: 317

Média de 100 assinantes de feed!

Posts mais visitados por membro:

Monte seu controle arcade sem ter conhecimento (maxi)

Thundercast, o jogo… Hooooo (Ryunoken)

WarpReviews: New Super Mario Bros. | DS (Barry Burton)

Fase misteriosa de Super Mario Bros.3 (Toe Jam)

World of Warcraft: Wrath of the Lich King sai nesta quinta (Kaka)

Mundo Cosgamer + Tutorial Stage: Making of Malon (Luna Isthar)

Arte de Quinta – Decap Attack (marmotagem)

Por colaborador:

Level Up! Cobertura Gamer na New York Comic Con 2009! (Stalker)

Warp TV n° 1 – Final Fantasy + Prevejos Épicos! (Ryunoken e Krycov)

Level Up! Defense of the Ancient Allstars (Tottou)

Arte de Quinta: Rockman, Rockman (Dudu)

Esses números nos enchem de orgulho, mas só são possíveis graças a vocês. estamos aí, abertos a críticas, sugestões e colaborações. Um grande abraço a todos, e fiquem juntos conosco, rumo ao primeiro milhão de acessos!

 

 

julho 31, 2009 at 9:35 am 8 comentários

Posts antigos


warpfeed

WarpStats

  • 566.769 hits

Warptwitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.